and there is nothing left to do
but to kiss once again, and part
nay, there is nothing we should rue,
i have my beauty – you, your art,
nay, do not start.
one world was not enough for two
like me and you.

(Oscar Wilde)

pois então acho que já era, né. minha mente mudou, ou ao menos está começando a mudar, e não há nada (nem ninguém, pelo visto) que vai tentar mudar o caminho das coisas, para aquele que eu tentei seguir por tanto tempo. acho que minhas palavras valem muito para mim, e muito pouco para aqueles a quem as direciono. preciso escolher com mais cuidado não só as palavras, como as pessoas. a partir de agora escreverei pouco, ou melhor, escreverei com pouco significado. como há pessoas que tendem não entender o espírito e o impacto de cada frase em minha vida e meus sentimentos, e por consequencia, em suas próprias vidas.

e, por mais que me machuque e me corroe, ainda há esperanças. uma esperança fina e fraca, que nao depende de mim. que nao PODE depender de mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s